Dúvidas frequentes sobre o Jump – Verdades e Mentiras


 

Emagrecer, eliminar a barriguinha, queimar calorias está longe de ser um mistério.

No jump, o lema das aulas é secar as gordurinhas extras.

Entretanto, a aula de jump não é recomendada a todas as pessoas por ser um exercício aeróbico de alto impacto. E como todo esporte, é recomendado uma avaliação física completa antes de iniciar sua prática.

Para extrair ao máximo das aulas, é importante uma atenção especial a alimentação e acompanhamento dos exercícios por um instrutor. É também de fundamental imortância fazer um aquecimento de 5 a 10 minutos antes da aula e alongamento, antes e depois dessa atividade.

Como em todas as atividades físicas, no jump existem muitas dúvidas e questões sobre os benefícios e prejuízos de sua prática.

Abaixo seguem relacionadas algumas perguntas frequentes sobre o jump:

 

 

1. Todas as pessoas podem praticar Jump?

Não, pessoas sedentárias devem ficar de fora, assim como os que apresentam problemas na coluna e articulações do joelho e tornezelos, exceto por recomendação médica.

 

2. Praticar Jump, prejudica os seios?

Não necessariamente, mas para garantir que tudo fique no lugar, é importante o uso de top reforçado, e se necessário dois.

 

3. Usar caneleiras nas aulas de jump pode prejudicar as articulações?

Sim, pois o aumento da sobrecarga em exercícios cuja execução é feita rapidamente pode causar lesões.Para aumentar o gasto calórico, basta ampliar os movimentos e para ganhar massa muscular, combine as aulas de jump com a prática de musculação.

 

4. O jump é recomendado para gestantes?


Não, apesar de ter o impacto diminuído, o ato de pular traz desconforto. Além disso, há risco de queda do equipamento. O melhor é que a gestante consulte seu médico obstetra sobre a atividade adequada para esse período.

 

5. Pessoas portadoras de labirintite são proibidar de fazer aulas de jump?

Não necessariamente. O Jump é contraindicado, mas se o aluno estiver medicado e não sentir desconforto, pode ser liberado pelo seu médico otorrinolaringologista.

 

6. O jump é bom para quem tem problemas articulares?

Não! Apesar do trampolim ser usado na reabilitação de pessoas com lesões nas articulações, as aulas são desaconselhadas para quem tem instabilidade articular.

 

7. O jump melhora a circulação sanguínea?

Sim. Por fazer força ao empurrar a lona, o aluno tem uma melhora no retorno venoso, o que favorece a circulação como um todo.

 

8. As aulas de jump são enquadradas como exercício de baixo impacto?

Não. A aulas geram cerca de 80% menos impacto comparado ao mesmo movimento realizado no solo, a força é mediana mas equivale ao gerado por uma corrida.

 

9. Combate a celulite?

Sim. Ativa a circulação sanguinéa, melhora a circulação e funciona como uma drenagem linfática.

 

10. Pode ser praticada por crianças?

Sim, a partir dos 10 anos a criança já apresenta condições motoras de acompanhar os movimentos executados na aula. Antes disso seria interessante adequar a aula usando movimentos mais fáceis.

 

11. Durante a aula o aluno sente vontade de fazer xixi?

Sim. Isso é uma conseqüência do aumento do retorno venoso o que aumenta no volume de urina.

 

12. Quantas calorias são gastas em cada aula?

Cerca de 350Kcal, numa aula de 30 minutos para indivíduos adultos com cerca de 70 kg.


Café Verde para emagrecimento RÁPIDO!
Clique aqui e veja o video!

3 Comentários

  1. ireuda says:

    eu tenho problema de circulaçao e senti muita dor nas pernas ,posso fazer jamp

  2. JJanelma Cristina Santos says:

    Faço aula de jump,gosto muito, já perdi 23kg em 5 meses.Adoro!!!!

  3. Glauce says:

    Eu adoro aula de jump já estou fazendo a 11 meses estou cada dia apaixonada por este exercício e nestes meses já perdi 18 kg comecei com 78 kg agora estou com 60 kg cada dia melhor e recomendo p TDS é uma delícia praticar

Deixe um comentário