Perder peso se torna mais difícil com o avanço da idade

A chegada da meia idade é a ruína de muitos homens e mulheres que querem manter o peso sobre controle ou perder alguns quilos e, quem sabe, aquela barriga mais proeminente. Os cientistas acreditam que isso acontece porque um dos dois tipos de gordura do corpo se torna “menos ativo com a idade”.


A gordura marrom e a perda de peso

Existe a gordura branca mais familiar, que fica sob a pele da barriga e das coxas e se acumula por quem come muito e alimentos ricos em gordura, calorias e glicose. Mas há no corpo também a gordura marrom. Seu trabalho é gerar calor, acelerando o metabolismo, por isso, começar a usar a gordura branca.

Os bebês têm essa gordura marrom em torno de seus ombros para ajudá-los a manter a temperatura corporal após o nascimento. Mas até recentemente, pensava-se que esta gordura boa desaparecia na infância, pois não era mais necessária. Mas cientistas descobriram que ela ainda fica no corpo até a idade adulta e que as mulheres têm mais gordura marrom que os homens. 


O avanço da idade e a perda de peso

Em um novo estudo, os cientistas japoneses descobriram que a idade, a atividade termogênica (ou a produção de calor) faz a gordura marrom reduzir. Isso significa que ele se torna menos ativa e, portanto, queima menos gordura acumulada. Em outras palavras, seu corpo desacelera quando começa a ficar velho e perder peso se torna mais complicado ainda. 

Uma queixa comum é que as pessoas mais velhas têm que malhar duas vezes mais duro em exercícios e ralar mais em dietas para obter metade dos resultados de pessoas mais jovens. Isso acontece porque a gordura marrom do nosso organismo pára de funcionar à medida que envelhecemos. 

Infelizmente, ainda não há medicamentos ou produtos responsáveis por ativar a atividade dessa gordura novamente. O que se pode fazer é comer mais saladas e proteínas magras para acelerar mais o metabolismo para a queima de gordura localizada.

No último estudo, os pesquisadores japoneses também descobriram uma possível mudança metabólica que poderia reativar a gordura marrom. Esta descoberta pode abrir caminho para o desenvolvimento de novos tratamentos para doenças relacionadas à obesidade, como diabetes, doenças cardíacas, pressão alta e alguns tipos de câncer.


Café Verde para emagrecimento RÁPIDO!
Clique aqui e veja o video!

Deixe um comentário